Musica do Blog

terça-feira, 26 de julho de 2016

MÁGOA - REFLEXÃO


Uma abordagem diferenciada e profunda para a mágoa.

"Quando um sentimento de mágoa surge, não foi alguém que nos magoou, mas nós que escolhemos nos sentir magoados.
Sempre há a possibilidade de escolher entre sentir-se magoado ou dar passagem a este sentimento e prosseguir em paz.
É impossível fazer mal a alguém, pois quando um mal nos acomete, ele surge de dentro de nós, de acordo com o significado que demos a um fato externo; não foi o que nos fizeram, mas como nós nos sentimos em relação ao fato. Tudo o que vemos, ouvimos e sentimos fora é uma forma individual de projetar o que realizamos dentro. Se a mágoa fere, tal ferimento não foi feito por alguém, mas sim uma opção a partir de nós mesmos."

- André Ariovaldo -

Muitos de nós sabemos, por informações ou, experiência própria, o que significa a mágoa no campo dos nossos sentimentos.

O Espírito Joana de Angeles pela psicografia do médium Divaldo Pereira Franco, compara a mágoa “à semelhança de ácido que corrói a superfície na qual se encontra, a mágoa desgasta, a pouco e pouco, as peças delicadas das engrenagens orgânicas do homem, destrambelhando lhe os equipamentos muito delicados da organização psíquica”.

É no dia a dia, em sociedade, no trabalho, em família, com os que caminham ao nosso lado, que aprendemos quem realmente somos, como agimos e reagimos convivendo com os defeitos e qualidades dos outros. É justamente nos conflitos de relacionamentos que retiramos as necessárias lições para identificar as origens de nossas aflições e mágoas.

Com o conhecimento de nós mesmos, auxiliado pelas informações espíritas, a mágoa ganha uma outra leitura, outra análise. Se até então, nos limitávamos apenas a pensar em ofensa vindo de fora pra dentro, passamos a refletir nessa emoção de dentro pra fora, ou seja, a mágoa não é uma ofensa externa que atinge alguém. Quem se magoa tem a mágoa dentro de si. Tem no interior a pré-disposição pra magoar-se.

Por isso, a mensagem do amigo André Ariovaldo é convite para que analisemos a nós mesmos, fazendo uma pergunta:

- Por que estou me deixando magoar tanto?”

Como prevenir  ou combater esse mal tão comum, e ao mesmo tempo tão dolorido que é a emoção da mágoa?

O Espírito Joana de Angeles, ressalta que a mágoa, no início, é de fácil combate, podendo ser expulsa mediante a oração singela e nobre.

“O melhor meio de combatermos os malefícios da mágoa é detectarmos implacavelmente os indícios de sua presença inferior, que conspiram contra a paz íntima. O ofensor merece nossa compaixão, nunca o nosso revide.

Aquele que persegue, ou seja, o provocador que faz gerar a mágoa, sofre desequilíbrios que desconhecemos.

Seja qual for a dificuldade que nos impulsione à mágoa, procuremos reagir, mediante a renovação de propósitos, não valorizando ofensas nem considerando ofensores.

Através do cultivo de pensamentos salutares, nos manteremos acima das viciações mentais que agasalham esse magnetismo mortífero que, infelizmente, se alastra pela Terra de hoje, pestilencial, danoso, aniquilador.

Buscar através da fé sincera, a renovação interior, e quando a provocação vier, por parte do ofensor, acionemos o empenho na direção do bem, desculpemos. Feridos nos melhores brios, perdoemos".

Joana de Angeles - Médium, Divaldo Pereira Franco.



André Ariovaldo tem 38 anos, nascido e residente na cidade de Sorocaba – SP. É casado com Edna Ap. de Brito (Galega), e tem dois filhos.

É palestrante, escritor espírita, e apresentador dos programas “Verdade e Luz” e “Dinâmica Espírita”.


Maria Lucia 

Visite também a página Mensagens em Cartões